http://folhanewsletter.blogspot.com.br

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

O bom uso do Dinheiro

Administro bem ou mal meu dinheiro?

No tema de hoje, explanarei a parti da solicitação e sugestão de uma amiga nossa do blog. Sra. Nanda Botelho, na qual ela sugeriu o tema “O BOM USO DO DINHEIRO”.
 Meu amigo penso, refletir e pensei novamente: como vou dissertar as pessoas sobre o bom uso do dinheiro, no qual as chame atenção para esse fato.
Tornou-se hábito e normal dizermos que a economia está em alta, que reajustes são vistos todos os dias, o salário mínimo é péssimo e outros mais. Com isso fica até difícil falar desse assunto, pois dizer as pessoas para não gastarem dinheiro é como dizer para pararem de ter prazer. Pois gastar dinheiro é uma necessidade que temos.
Tendo em me vista escrever para pessoas de diversas classes sociais, foi que pensei em um contexto geral. Reformulado esses pensamentos, comecei a juntar ideias, a escrever, apaguei e reescrevi de novo, e cheguei a está conclusão.
Não é novidade que já mencionei em um post anterior que pensamentos te levam a sonhos, os sonhos conduzem a sentimentos, que os conduzem a ações e essas ações te levam a resultados.
Com essa frase em mente, praticamente já temos a resposta do bom uso do dinheiro. Vejamos:
Onde se inicia as coisas? No pensamento é claro! Espanta-nos em dizer que esse mecanismo é à base de nossas vidas, mas há pessoas que não fazem nem ideia de como ele funciona.
Observemos que nossa mente é como um arquivo do computador que temos em casa ou no escritório, e nos ajuda em nossa sobrevivência.
Vejamos como é fácil de entender. A cada situação acontecida você recorre a seus arquivos (sua mente).
Vamos dar um exemplo de uma situação financeira. Você irá diretamente aos seus arquivos ou pastas que tem finanças, e com base neles, você resolve o problema.
Suas decisões fundamentam-se naquilo que parece ser lógico, ou está ao seu alcance. Muitas vezes que você acredita somente poder chegar até esse nível.
Vocês me perguntam: Robson ainda não entendo a aplicação do “bom uso do dinheiro nesse texto.”
Simples. Sua MENTE, ela lhe dirá o que fazer com o dinheiro, a parti de seus condicionamentos estudados.
É fácil eu dizer a você que invista seu dinheiro, aplique em ações que gerem resultados, aplique na poupança, invista em você e outros mais. Mas o que prevalece é se você realmente está ou não condicionado a fazer determinadas ações para colher resultados positivos com seu dinheiro, ou seja, sua mente está altamente preparada para suportar desafios ou deixar de ter e viver com os supostos prazeres que você acredita ser necessário para sua vida.
Caros leitores, essa é tarefa mais difícil para lidarmos. É nos livrarmos do visível e buscarmos as soluções no invisível, como já mencionei em outro post, seu mundo interior cria seu mundo exterior.
Vou citar um exemplo: minha noiva está no shopping Center e vê uma bolsa vermelha com 35% de desconto. Ela se dirige imediatamente aos seus arquivos e pastas em sua mente e pergunta: “devo comprar” em segundos tudo se processa: você anda procurando uma bolsa vermelha para combinar com aquele sapato comprado na semana passada. E olhe estar na promoção, e tem o tamanho perfeito a você.
Na mente de minha noiva, essa compra faz todo o sentido o qual ela deseja. Ela quer a bolsa, acredita que precisa dela, e ainda por cima, acredita que aquilo é um ótimo negócio. No entanto em nenhum momento a sua mente encontrou e buscou o seguinte pensamento: “poxa que bolsa linda, que descontão, mas comprei o sapato à semana passada, e estou com um débito imenso no cartão de crédito, não vou comprar”.
Sabe por que minha noiva não se deparou com essa informação? Porque esse dado não está em nenhum arquivo da mente dela, ou seja, isso não lhe foi trabalhado.
Mas trabalhar o que Robson? Trabalhar o sucesso financeiro, trabalhar seu modelo de dinheiro.
Continuemos dizendo que: “quando estivermos devendo, evite comprar.” Imagine que se minha noiva tivesse esse arquivo programado, ela não teria feito a compra, ou seja, em sua mente esse arquivo não existe.
Percebeu amigos leitores? Que se no seu armário só existem arquivos desfavoráveis ao sucesso financeiro, essas serão as únicas opções a sua disposição.
O seu modo normal de pensar resultará numa ação bem sucedida da mesma forma que o modo de agir junto a ação resultará em seu sucesso financeiro.
Caros Leitores,
Boa reflexão e sucesso!



Robson C. de Menezes - Editor do conteúdo


Postar um comentário
* Você concorda com o que está escrito?
* A sua opinião é muito importante, participe;
* Todos os comentários serão devidamente respondidos.

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...