http://folhanewsletter.blogspot.com.br

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Muito Barulho Por Nada!


Recentemente andou se discutindo por aí, qual seria o teor de determinada propaganda de uma famosa marca de lingerie. Trata-se da propaganda comercial da Hope, onde a modelo brasileira de sucesso internacional, Gisele Bundchen aparece de lingerie, como sendo a "forma correta" de comunicar ao marido que teria feito algo errado. E pasmem, em pleno século XXI, a secretaria de políticas para as mulheres pede a censura da propaganda por considerá-la sexista e ofensiva às mulheres. É de rir para não chorar, de tanta hipocrisia!
 Há anos que a mulher vem sendo retratada como mero objeto de desejo em propagandas de cerveja e nada. Hoje em dia, com a banalização da sexualidade, o que mais se vê em novelas, onde se supervaloriza a sexualidade e, na maior parte das vezes, tanto os personagens masculinos quanto os femininos são mostrados como objetos de desejo... E criam uma polêmica sobre uma propaganda que tão somente, mostra o comportamento de algumas pessoas na realidade. E com certeza, para a mulher que não tenha tal comportamento, a propaganda fica como uma peça publicitária que não pode, nem deve, ser levada assim tão a sério. Assim como, ao meu ver, foi ridículo proibirem a propaganda da cerveja Devassa, com a atriz e modelo Paris Hilton. Ora, qualquer pessoa minimamente informada, sabe que ela tem comportamento devasso mesmo, e que a propaganda estava associando a imagem da Hilton à "qualidade" de devassa, não era, e nem tinha como ser entendida como uma ofensa às demais mulheres, que com certeza sabem muito bem sua diferença de comportamento, em relação a atriz supracitada.  Engraçado como em relação às discriminações que o sexo feminino sofram, tem coisas mais importantes a serem consideradas, do que se preocupar em censurar propagandas de TV, ou mesmo novelas. Várias pesquisas comprovam que apesar de toda as conquistas, ao longo dos séculos, das mulheres, no mercado de trabalho, pela mesma função, elas ainda recebem menos que os homens. Isso é um ponto relevante a ser debatido e resolvido, muito mais do que o patrulhamento ideológico, disfarçado de preocupação com o politicamente correto. Para toda mulher que se garante, sabe de seu valor e da importância das conquistas das mulheres, não vai ser apenas mais uma propaganda dentre tantas que apelam para o seu poder de sedução, que irá abalar a sua autoestima e respeito.

Por Lílian Soares

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...