http://folhanewsletter.blogspot.com.br

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Febre nem sempre é sinal de doença

14:46 By Folha Newsletter , No comments

Médico explica mitos e verdades sobre o aumento da temperatura corporal

Qualquer febre em criança é motivo para as mães correrem para o pediatra, não é? Mas nem sempre é sinal de doença. Segundo o chefe do Serviço de Pediatria do Hospital São Vicente de Paulo, Alberto Chacur, a reação pode ser sinal do bom funcionamento do sistema imunológico (defesa) da criança.

Para p médico, a atitude correta é observar o comportamento do pequeno. Se ele tem uma febre baixa, sem outros sintomas sérios, a recomendação é dar o remédio indicado pelo pediatra e aguardar em casa mesmo. Mas caso a febre aumente, ou apareçam outros sintomas, é preciso procurar o médico.

- caso a febre esteja acompanhada de outros sintomas ou perdure por mais de três dias, aí sim, os pais devem procurar seu médico ou a emergência pediátrica mais próxima - explicou Chacur.

Na maioria dos casos, ainda segundo ele, apenas a medicação e a orientação do médico são suficientes, não havendo a necessidade nem de compressa de água gelada ou banhos frios, ao contrário do que as mães costumam pensar.

E nada de agasalhar a criança depois de dar o antitérmico: este outro mito comum pode fazer com que o remédio demore mais para fazer efeito.


Atenção nos bebês

A regra, entretanto, não vale para os recém-nascidos. De acordo com o pediatra Alberto Chacur, eles ainda não têm o sistema imunológico completamente desenvolvido e devem ser levados ao médico logo que houver uma elevação da temperatura acima de 37,8 graus - quando tem início a febre.

- Quando há outros sintomas, como prostração (cansaço), desconforto e vômito, é preciso maior atenção - explicou.

Por Folha Newsletter - com informações do jornal Expresso-RJ

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...