http://folhanewsletter.blogspot.com.br

segunda-feira, 26 de março de 2012

Crianças com problemas na fala podem ter a alfabetização prejudicada

16:04 By Folha Newsletter , No comments

PROBLEMAS NA FALA - Crianças que trocam muitas letras ao falar podem ter a alfabetização prejudicada. Língua presa e ceceio são os problemas mais comuns.

Ilustração: Eder Santos


Se seu filho está trocando muito as letras ao falar, fique ligado. Ele pode ter ceceio ou língua presa e enfrentar problemas na alfabetização. Mas há tratamento

Voxê aja englaxado quando o xeu filho fala elado? É melhor ficar atento. Saiba que a alteração na fala pode prejudicar a alfabetização. O melhor a fazer é procurar um fonoaudiólogo. As disfunções mais comuns na fala são a língua presa e o ceceio.

"O ceceio é o nome popular da interposição da língua na arcada dentária, quando se fala com a língua entre dentes em alguns sons: os mais comuns são em S, Z, X, CH e J", diz a presidente do Conselho Federal de Fonoaudiologia, Bianca Queiroga, que cita como exemplos o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o deputado Romário. Para curar são necessários exercícios sob a orientação de um fonoaudiólogo.

Já a língua presa é quando a pessoa nasce com o freio lingual muito curto e não consegue desenvolver os movimentos da língua para pronunciar e articular todos os sons. Nesse caso, há dificuldade de elevação da língua, o que fica nítido ao pronunciar as letras L ou R vibrante (como na palavra "arara"). O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, e o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, são exemplos de personalidades com língua presa, uma patologia que – após ser identificada – precisa de intervenção cirúrgica, feita por um dentista ou um otorrinolaringologista. Apesar de as doenças mais comuns serem língua presa e ceceio, é sempre preciso fazer uma avaliação geral com um fonoaudiólogo. "Há questões individuais e as alterações podem ocorrem por razões anatômicas, hábitos orais ou uma obstrução nasal", diz Bianca, lembrando que a criança que respira pela boca pode deixar a língua solta e ficar condicionada a falar de uma maneira errada. Entre os hábitos orais que prejudicam a fala estão chupar dedo ou usar chupeta por longo período, além da falta de incentivo à mastigação. "As crianças precisam desenvolver a musculatura da fala e podem ser prejudicadas se só comerem alimentos triturados, como feijão amassado", exemplifica a especialista.

Portanto, embora ache graça quando seu filho troca letras, não espere para saber se há algum problema. "Até os 6 anos as pessoas devem adquirir todos os sons da fala. Se antes disso a família perceber algo, deve procurar um médico. É um desserviço informar que o desenvolvimento pleno se dá aos 6 anos, porque pode ser tarde para a criança escrever os sons durante a alfabetização", avisa ela.

Fernando Poffo
fernando.poffo@folhauniversal.com.br

www.folhauniversal.com.br

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...