http://folhanewsletter.blogspot.com.br

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Fidel Castro, o tirano mais amado do mundo

19:19 By Folha Newsletter , No comments

Fidel Alejandro Castro Ruz (Birán, 13 de agosto de 1926) é um revolucionário comunista cubano, primeiro presidente do Conselho de Estado da República de Cuba (1976-2008). Até 2006 foi primeiro-secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba.


Em 19 de fevereiro de 2008, Castro anunciou ao jornal do Partido Comunista, o Granma, que não se recandidataria ao cargo de presidente de Cuba, cinco dias antes de o seu mandato terminar.

Castro nunca foi eleito através de eleições diretas, não permitiu a criação de partidos de oposição, nem liberdade de imprensa (Cuba é considerado um dos países com menor liberdade de imprensa do Mundo) durante o período em que esteve como líder do regime ditatorial cubano. Seu governo foi e continua sendo amplamente criticado pela comunidade internacional por violações aos direitos humanos. Apesar das controvérsias, foi durante o governo de Castro que Cuba alcançou altos índices de desenvolvimento humano e social e deu diversos exemplos de solidariedade humanitária, como a menor taxa de mortalidade infantil das Américas, erradicação do analfabetismo e da desnutrição infantil, tratamento gratuito de mais de 124 mil vítimas do acidente nuclear de Chernobyl, participação direta na luta pelo fim do Apartheid na África do Sul, treinamento de médicos do Timor Leste, entre outros.

Líder e secretário-geral do partido desde sua fundação, em 1965, em 19 de abril de 2011, Fidel, que já havia entregue o cargo de presidente em 2006, foi substituído como secretário-geral do Partido Comunista Cubano por seu irmão, Raúl Castro, retirando-se oficialmente da vida política do país.

Ganhou o Prêmio Olivo da Paz do Conselho Mundial da Paz em 2011 pela coexistência pacífica entre as nações e por ser uma personalidade que contribuiu para o desarmamento.

Uma figura com muita história e polêmicas acumuladas. Esse é Fidel Castro, ex-presidente cubano e que é a figura central da obra Fidel – o tirano mais amado do mundo, escrita pelo cientista político cubano-americano Humberto Fontova.

O livro narra a "verdadeira" história da Revolução Cubana e de seu líder por meio de depoimentos e relatos de pessoas que sobreviveram a La Revolución.

Fidel se notabilizou ao derrubar o governo de Fulgêncio Batista e por implantar o socialismo em Cuba.

O autor desfaz alguns mitos, como a ideia de que o comunismo provocou “inegáveis avanços na saúde e na educação” e de que os problemas econômicos da ilha são resultado do bloqueio imposto pelos Estados Unidos.

O país – que já foi a 11ª nação com o maior padrão de vida do mundo – vive hoje uma realidade pior do que a do Haiti.

“Fidel ensinou ao mundo que a realidade não importa. Assassine, empobreça, tiranize o povo de um país por conta e risco, mas proclame-se um comunista, que as pessoas de esquerda pelo mundo afora vão amar você”, declarou o autor da obra.

Biografia completa aqui!

Adptado por Folha Newsletter da www.culturanews.com.br

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...