http://folhanewsletter.blogspot.com.br

sábado, 16 de março de 2013

A volta do exclusivo!

Do século XIX... Como um presente para o século XXI!



Imagem do filme A Jovem Rainha Victoria – Séc. XIX

Houve-se um tempo em que o exclusivo era valorizado e as roupas industrializadas eram apenas usadas pelas classes em ascensão. Para se diferenciarem das demais classes sociais, que passaram no séc.XIX, com a Revolução Industrial, a usarem roupas feitas em larga escala, os burgueses passaram a contratar costureiras, modistas e ateliers especializados para fazerem roupas exclusivas, dessa forma nascia o mercado de moda de luxo.


No séc. XVII no período Barroco e no séc. XVIII na época do Rococó as roupas volumosas e rendadas e as roupas delicadas com babados, laços e flores que enchiam os olhos dos nobres já nos remetiam a esse marcado, o da exclusividade, por serem peças feitas sobe medida para os nobres, porem como ainda não existia um mercado de moda, dizemos que a moda do exclusivo começou no séc. XIX, mas nos sabemos que desde os séculos passados as peças únicas já eram cobiçadas pelos nobres.



Cena do filme Maria Antonieta – Séc. XVIII


Modelo Constancia da novela Lado a Lado – de 1904 a 1910

No séc. XX essa moda continuou e os ateliês eram cada vez mais procurados pelas damas da sociedade, que eram julgadas pelo o que vestiam, as roupas diziam muito sobre quem as vestia e dessa forma demonstravam com clareza a posição social do individuo.

Os ateliês não eram uma exclusividade feminina, os homens de posição da sociedade também tinham seus ternos e roupas feitas por modistas e muitas vezes procuram os ateliers para vestirem suas amantes.





Moda anos 10 – 1910 a 1920


Primeiro Atelier conceituado

Hoje em dia marcas e grifes conquistaram o mercado de luxo pelo design diferenciado, pela qualidade dos materiais e pela criatividade e competência de seus estilistas, porem, mesmo as grifes sendo o sonho de consumo de muitas e a menina dos olhos de todas, ainda existe um grande numero de pessoas que preferem contratar um profissional para criar roupas sobmedida já que mesmo tendo um design único as roupas dessas grifes são feitas muitas vezes em escala ou são industrializadas, e onde a mais de UM a exclusividade não existe mais, a não ser que estejamos dispostos a desembolsar um valor “simbólico” para se obter uma peça exclusiva de grandes grifes como Dior, Chanel e Versace, o que para os seguidores do mercado de luxo e da exclusividade, o valor desembolsado, não é nada quando comparada a peça que será produzida sobmedida para eles.



Vestido exclusivo DIOR

É dessa forma que empresas que trabalham com peças feitas sobencomenda e a profissão das costureiras se mantêm. Famílias tradicionais, personalidades e figuras públicas veem cada vez mais se voltando para esse “VELHO NOVO” conceito. Com o mercado fashion cada vez mais popular e acessível, essas pessoas procuram sempre por algo único e é dessa forma que as peças exclusivas se tornam sonhos de consumo e faz com que essas personalidades se tornem referencias de moda.

Extras da matéria:

O que é o exclusivo? Saiba agora!
- Exclusivo segundo o dic. Informal é “o pertencente ou acessível a um ou mais seres (vivos ou não) de forma a não pertencerem ou serem acessíveis a outro ou outros“.

- Peças exclusivas são feitas com materiais diferenciados:

* Tecido de primeira como: algodão egípcio, seda, renda, adamascado, fios de ouro.
* Metais e pedras preciosas.
* Miçangas de primeira.
* Feitas totalmente a mão.

Acabamentos perfeitos

- São modelos que tem um design único com estampas exclusivas
- A peça leva nome da marca e da estilista
- O exclusivo é o que faz com que a pessoa que o comprou se sinta única, especial.
- Uma peça feita exclusivamente para você por estilistas e marcas de renome da um prestigio impar a quem usa.
- O exclusivo é algo que o diferencia dos demais.
- Peças exclusivas são como obras de arte para quem as usa, o valor é inestimável.
- Peças exclusivas dão a certeza de que será impossível ter outra pessoa com o mesmo modelo no local aonde você vai, ou mesmo alguém já ter visto ou usado esse modelo em uma outra ocasião.
- O exclusivo custa sempre mais, são peças com uma qualidade acima do mercado.
- Para quem usa a relação entre o custo e o beneficio sempre vale a pena.


Dicas da matéria:
Você também pode fazer parte dessa seleta parte da população, onde o exclusivo é o único que é aceito.

1) Você pode optar por personalizar suas próprias roupas em casa. Com tintas, miçangas, tecidos diferenciados e muito mais você adquiri peças únicas e com o seu estilo sem gastar praticamente nada!


A dica acima é da empresa Triton, a customização é feita utilizando diversos tipos de rendas.

2) Você pode optar por contratar uma costureira para remodelar suas peças.

3) Contrate uma estilista ou uma empresa para desenhar e confeccionar sua peça.

A empresa La Maison Galerie conta com estilistas conceituadas para desenvolver peças exclusivas.

Em todos os seguimentos – Moda praia, casual, intima, preta porte, festa e fantasias, alem de acessórios.

Site: anandafraga.wix.com/lamaison







Por Ananda Fraga Biasi, dona da empresa LMG. | Folha Newsletter Guest Post

Sobre: Ananda Biasi | Empresa Lamasion

Blog: luxolmg.wix.com/lamaisongalerie

Contato: anandafraga@hotmail.com


Gostaria de ter seus artigos postado aqui? Contate-nos!

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...