http://folhanewsletter.blogspot.com.br

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Saiba mais sobre a explosão do número de pousadas em Maresias

No Estado de São Paulo há muitas belas praias, que atraem, a cada ano, um número maior de turistas, em busca de distração e fuga do estresse da capital paulista. Neste cenário, o município de São Sebastião se destaca com a praia de Maresias, destino, desde os anos 1980, dos aficionados pela prática de surf e outros esportes aquáticos.


Essa praia, devido ao relevo tem forte arrebentação e ondas bem impressionantes. Próximo a Maresias há outras praias bem importantes – como Juqueí, Boiçucanga e Cambury – e fica a 25 km do centro de S. Sebastião e a 176 km da capital do Estado. Dispõe de muitos bares, pousadas, campings, hotéis, boates e muitas opções para entretenimento do turista.

Com o aumento enorme de turistas na região houve um processo de explosão imobiliária, com o intenso crescimento do número de pousadas – bem como condomínios – em todos os locais. Isso ocorre porque nas últimas temporadas de verão todas as 70 pousadas ficaram ocupadas, com turistas. Assim, empresários viram em Maresias uma excelente oportunidade de negócios.


Ainda mais se analisarmos os preços praticados, muito acima do mercado. Para se ter uma ideia para passar uma semana na praia, o turista desembolsa, no mínimo, R$ 1 mil, podendo chegar a 5 vezes esse valor. Em baixas temporadas, as menores diárias custam R$ 100,00.

A expansão imobiliária é tão vertiginosa, que nem os administradores da região conseguem apontar um número exato, mas o melhor termômetro para o aquecimento desse mercado são, sem dúvidas, os profissionais de construção, que apontam ter crescido de 15 chalés, até o ano de 1998, até 30 chalés, apenas no ano 2000.

O fator limitante para os turistas é o perfil do cliente que buscam que é, justamente, o de poder aquisitivo mais alto. Serão, nada mais nada menos, que 9 condomínios de alto padrão. Um dos novíssimos empreendimentos conta com área total de 82 mil m 2 e inclui, em sua estrutura: piscinas, pista de corrida, sauna, e 190 casas, com cada uma, contendo 150 m 2 , ao preço de R$ 300 mil.

E esses nem são os exemplos mais caros. Em locais com vista para o mar, o custo chega a R$ 1 milhão e contam com até 300 m² de área, em cada unidade.
Evidentemente, para acompanhar esse público de elite, as opções de lazer precisam acompanhar, então, há uma série de boates que tem se instalado na região, como Sirena e La Movida. As mais recentes são ambiciosas: querem fazer de Maresias, uma espécie de Ibiza brasileira, com bandas internacionais e exóticas, conhecidas por pouca gente. Tudo para o deleite dos milionários locais.

Esse movimento teve início há mais de 3 décadas, quando o primeiro milionário resolveu construir sua mansão em Maresias. Acompanhando-o, outras pessoas endinheiradas também decidiram fazer do local, uma de suas opções de moradia. Com isso, a praia ficou com uma aura de badalação. Prova disso é que os visitantes mais antigos conseguiam frequentar Maresias, fazendo-a de praia de naturismo, dado o fato de que não era uma região movimentada. Isso mudou radicalmente, e fez com que ocorresse o processo de explosão do mercado imobiliário.

O local ainda é um grande paraíso de São Paulo. A preocupação, com o “progresso”, é: quanto tempo esse local irá resistir, porque serviços como esgoto, água tratada e outros, não comportam tal aumento de população. Tudo isso, conforme sabemos, pode exercer grande impacto ao meio ambiente. Torcemos para que não.
Se você deseja conhecer Maresias, é só pesquisar as opções de empreendimentos, como pousadas, com diárias que caibam em seu orçamento e reservar com antecedência. Aproveite, pois é um espaço democrático!


Por Pollyane Belo | SEO Master

skype: pollyanebelo.seomaster

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...